sábado, 12 de abril de 2014

RELATOS DE VIAGEM À PATAGÔNIA - DIA 04


12 de março de 2014

Depois do belo almoço na Estância Rolito pegamos a estrada de volta a Ushuaia, diretamente para o hotel, passando antes pela estação de serviço (nome para posto de gasolina) encher o tanque do carro para devolvê-lo à agência. A diferença, na viagem de volta, é que chovia e nevava. Nevava quando a chuva parava. Estranha paisagem, um pouco de chuva e um pouco de neve. As condições climatológicas estavam naquele limite em que a temperatura abaixa um pouco e neva, aumenta um pouco e chove. Estranho equilíbrio para quem não está acostumado. Chegamos a Ushuaia por volta de 17h30min e demos entrada no Hotel The House. De fato uma casa de três pavimentos, uns dez quartos, não mais, uma graça de hotel. Atendimento sorridente e caloroso. Deixamos as malas nos quartos e saímos para conhecer a cidade. Uma graça de cidade, parece cidade grande, totalmente voltada para o turismo.

Nossa intenção era tomar um café, ziguezaguear pelas duas ruas principais da cidade e procurar um restaurante para jantar. Tínhamos algumas indicações de restaurantes, guias comprados em livrarias de aeroporto servem para isso. No entanto chovia, e quem conhece aquela chuva fina e teimosa a cinco graus sabe que o melhor é não ficar perambulando com a água caindo na sua cabeça e entrando pelo seu cangote. Entramos num café, lotado talvez porque os outros turistas também não eram amantes de chuva fina e fria no cangote, várias línguas se falavam ali dentro. Tomei um café irlandês, com uma pequena dose de uísque dando um gosto bem particular, além de aquecer o corpo. Dali só saímos para procurar o tal restaurante.


O tal indicado pelo guia livresco estava fechado e procuramos um outro ao acaso, e demos muita sorte. Era um ótimo restaurante, de poucas mesas, não estava cheio e a comida era muita boa. Escolhemos um robalo gralhado com salada, e bebemos um vinho muito interessante: um Don Bosco, chardonnay blanc 2012, chileno, meio frutado, delicioso. Depois do jantar, de volta ao hotel bem rapidinho que chovia forte. A chuva parou quando quase chegávamos ao hotel, no alto do morro, tempo de uma parada em um mirante para vermos a cidade à noite. Bela cidade.